Páginas

domingo, 2 de março de 2014

IV Jejum Coletivo do Povo de Deus–Parte III

É importante você entender uma coisa ligada ao Jejum… JEJUM NÃO É PASSAR FOME (apesar de que a gente passa fome, quando jejua) JEJUM é muito mais que isso.

JEJUM É UMA ATITUDE QUE TRANSMITE UM SENTIMENTO!

Quais são alguns dos sentimentos que motivam o jejum:

  1. Arrependimento
  2. Consagração a Deus / purificação
  3. Protesto
  4. Desejos de intimidade com Deus
  5. Desespero
  6. Insatisfação
  7. Entre outros!

Todos esses sentimentos, são exemplificados nos Jejuns que encontramos na palavra de Deus!

Se você entrar no Jejum sem ter essa parte clara (o porque você está jejuando), logo entrará a frustração e você irá perder sua benção!

Vamos ver alguns jejuns coletivos da Bíblia

I Samuel 7 – depois de terem perdido a arca da aliança e estarem rodeados de inimigos… O POVO SUSPIRA POR DEUS! O profeta declara uma faxina espiritual – tirar ídolos, balaains, asterodes e por fim, foi declarado um Jejum!

Nesse caso, Jejum foi a atitude… mas qual foi o sentimento? Arrependimento, desejo de ter mais de Deus, conserto e etc…

JEJUAR POR JEJUAR, NADA PRODUZ!

Joel 2:12 – Israel estava falido, depois de inúmeros ataques do povo de Sidom, Tiro e Felistia… E para piorar, houve uma seca grande e um ataque de gafanhotos!!!

Joel declara um Jejum… e ele ainda diz: não basta apenas rasgar suas vestes… tem que rasgar o coração! Isso quer dizer, não adianta apenas ter uma atitude externa, sem um sentimento interno!

Jonas 3 – O rei declara um Jejum em Nínive… qual era a motivação? o arrependimento! E Deus se agradou a atitude e reverteu a sentença!

Jejuar exige foco, exige concentração, exige proposito!

Não jejue só com a boca, mas com a alma, espirito, corpo e mente… Deus irá se compadecer de sua causa!

Creia nisso

Robert Cleveland Lambeth

Nenhum comentário:

Postar um comentário