Páginas

sexta-feira, 15 de novembro de 2013

O mal da doutrina da Prosperidade!

A doutrina da “prosperidade” tem várias facetas. Do mais pesado, que proclama que a “pobreza é maldição” e que quem não tem bens materiais é endiabrado ou pecaminoso – ou a versão mais light que minimiza o pecado, inferno e as obras da carne (para quem discorda dessa ultima parte do paragrafo, é porque você ainda não estudou a fundo essa heresia chamada: DOUTRINA DA PROSPERIDADE!)

Eu não posso negar, de que Jesus veio nos dar vida e vida em abundancia (qualidade). Também não nego de que Jesus não quer ver ninguém padecer necessidade ou passar fome (isso não é para acontecer com o justo, apesar de que eu já vi o Justo mendigar pão!). Também concordo de que temos um Pai, que gosta de dar “boas dádivas” aos seus filhos! Também é verdade de que Deus é bom e ele recompensa aqueles que o buscam!

MAS NÃO VAMOS CONFUNDIR AS COISAS… A visão de Deus para o seu povo não é terrena! Tudo o que Deus não quer, é que o seu povo se torne materialista e apegado a esse mundo!

Note de que a palavra de Deus, sempre associa o tempo que passamos aqui nessa terra como um tempo de luta e tribulação!

Rom 8:16  O Espírito mesmo testifica com o nosso espírito que somos filhos de Deus; e, se filhos, também herdeiros, herdeiros de Deus e co-herdeiros de Cristo; se é certo que com ele padecemos, para que também com ele sejamos glorificados. Pois tenho para mim que as aflições deste tempo presente não se podem comparar com a glória que em nós há de ser revelada.

********************************************************************

1Pe 4:12  Amados, não estranheis a ardente provação que vem sobre vós para vos experimentar, como se coisa estranha vos acontecesse; mas regozijai-vos por serdes participantes das aflições de Cristo; para que também na revelação da sua glória vos regozijeis e exulteis. Se pelo nome de Cristo sois vituperados, bem-aventurados sois, porque sobre vós repousa o Espírito da glória, o Espírito de Deus. Que nenhum de vós, entretanto, padeça como homicida, ou ladrão, ou malfeitor, ou como quem se entremete em negócios alheios; mas, se padece como cristão, não se envergonhe, antes glorifique a Deus neste nome.

********************************************************************

II Cor 4:8 Em tudo somos atribulados… (esse “atribulado” quer dizer dor e necessidade)

Eu poderia citar ainda muitas escrituras que citam as tribulações dos Justos! São muitas… Mas vou ficar por aqui!

O que estou querendo dizer, é que Deus é fiel, e ELE nos ajuda,  e ELE não quer nos ver sofrer… Mas também ELE não quer nos ver confortáveis demais, com coisas terrenas e passageiras desse mundo, que nós venhamos a perder o ardente desejo em estar com ELE na Glória!

Jó disse no cap 14: “O homem nascido de mulher é de bem poucos dias e CHEIO DE DIFICULDADE”…

Lembre-se, Jesus tem um lugar bem melhor e bem especial para os seus escolhidos!

Robert Cleveland Lambeth

Nenhum comentário:

Postar um comentário