Páginas

segunda-feira, 4 de novembro de 2013

Natal para Cristo - 2013

Natal para Cristo, uma semente poderosa.

clip_image001

Eu na qualidade de líder de missões regional quero fazer uso deste blog para falar um pouco de Natal para Cristo.

Nossa oferta é semelhante a uma semente. Quando pegamos uma semente na mão. Por exemplo, de milho. Ao olhar para aquela semente, fizemos algumas ponderações. E as conclusões não são nada animadoras, quando nos deparamos com ela em nossa mão.

Uma semente não representa nada, enquanto estiver em nossa mão, se pensarmos no tempo que leva para ela germinar, brotar, crescer, florescer e frutificar, se somos ansiosos, com toda a certeza chegaremos a beira do desespero.

Mas, o que nos incentiva, e nos anima, é o fato de que a semente tem suficientemente poder de germinar, brotar, crescer, florescer e frutificar. Veja bem. Ela em nossa mão, não pode brotar e frutificar, apenas quando plantamos, simples demais não é? Plantar, sim, é simples. Pergunto: Como se planta uma semente de milho? Aduba-se a terra, abre-se um buraquinho, cobrimos a semente com a terra, e então? Imediatamente, como historias em quadrinhos, o pé de milho cresce vistoso e bonito. É isso? É lógico que não, após plantar, vamos pra casa, fizemos outras tarefas, às vezes o tempo se encarrega de molhar o pé de milho, e depois de 150 dias de intenso cuidado pela semente o milagre está ali, visível, as três sementes, produziram um pé de milho, vistoso, bonito e encorpado, com incrivelmente duas espigas com centenas de grãos em uma só espiga. Fantástico não é?

Já recebeu o retorno da tua ultima oferta-semente do natal para Cristo de 2012. Calma, você não plantou a semente em uma terra morta, mas sim própria para o crescimento, se plantares com alegria, na certeza que a semente que você tem nas mãos produz vida e bênçãos, é isso que ela vai produzir, vida e bênçãos.

O que Jesus falou em Lucas 6:38? “Daí, e vos será dado, boa medida, recalcada, sacudida e transbordante, ( e o que mais?) GENEROSAMENTE VOS DARÃO; porque com a medida que tiverdes medido vos medirão também”. Eu acho que esta escritura já basta. Eu tenho plantado em natal para Cristo, não vou falar em valores, mas nossa oferta de família nestes últimos dois anos foi de puro sacrifício no altar. Talvez, você pergunta. O senhor já colheu? Digo sem sombra de duvidas, o pé está carregado, e a espiga está quase no ponto.

Para encerrar quero deixar uma historinha.

Uma pesquisadora do IBGE bate à porta de um sitiozinho perdido no interior
de Minas.
- Essa terra dá mandioca?
- Não, senhora. – responde o roceiro.
- Dá batata?
- Também não, senhora!
- Dá feijão?
- Nunca deu!
- Arroz?
- De jeito nenhum!
- Milho?
- Nem brincando!
- Quer dizer que por aqui não adianta plantar nada?
- Ah! … Se plantar é diferente...

Pastor Gessé Guimaraes – Campinas, SP

********************************************************************

clip_image001[2]

Nenhum comentário:

Postar um comentário