Páginas

quinta-feira, 30 de maio de 2013

Cerveja na Garrafa…

Nos meus primeiros anos Ministeriais, eu não entendia muito bem sobre as “batalhas da mente”! Na verdade, naquele tempo, eu era da opinião de que se alguém estivesse batalhando algo em sua alma… Já tinha cometido o pecado!

Eu me lembro dizer (por exemplo): “se quando você vê uma cerveja, vem água na boca… já pecou”! Pois o coração tem esse desejo…

No passar dos anos, descobri que não é bem assim que funciona as coisas! Fui mudando de pensamento, ao me deparar com inúmeras pessoas boas, que vivem uma luta travada com sua carne e não cederam a esses desejos!

O inimigo conhece nossa fraqueza! E é nisso que ele nos tenta… Mas ser tentado com algo, não é pecar! No caso do exemplo da cerveja acima, o melhor é evitar o “bar”… É melhor evitar o caminho do mau… Pois isso diminui a pressão espiritual, e não dá margem a tentação (É como diz o hino da harpa: “Tentado não ceda… ceder é pecar”) ! Mas não deixe o inimigo lhe convencer de que és um derrotado, só porque tens lutas internas!  

Não sei porque decidi hoje escrever sobre esse tema… quem sabe, tem alguém que irá ler essas escritas, que está passando por grande “batalhas internas”! Aos que tem pensamentos ruins, ou são tentados a praticar atos ilícitos, ou que são constantemente pressionados a voltar a “velha vida”… Minha sugestão é continuar a lutar e resistir! Não ceda… Não se entregue!Continue a dizer: NÃO… não ao pecado, não ao inimigo e não as tentações!  

“Se a cerveja” ainda está na garrafa… você é um vencedor! 

Robert Cleveland Lambeth

Nenhum comentário:

Postar um comentário