Páginas

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

O exemplo do Papa Bento XVI

Obviamente, não sou católico… e não vou palpitar sobre os detalhes dessa religião! Contudo, o assunto da hora foi a renuncia não esperada do Papa Bento XVI. Com quase 85 anos de idade e menos de 8 anos como Papa ele abre mão do seu cargo.

Porque um homem faria isso? Tendo todas as regalias que ser Papa constitui… fica a pergunta: PORQUE RENUNCIAR? A única explicação que eu tenho, é o fato de que esse Bispo de Roma, ama tanto a Igreja que ele serve, ao ponto de colocar o bem maior da Igreja (de forma geral) acima do seu bem estar pessoal.  Ele viu que a Igreja estava sendo prejudicada, pela sua fragilidade e limitação física…

Saber a hora de parar é importante! Ter uma visão pelo “todo”, ao invés do pessoal… é o que marca a vida de um grande líder! Uma organização grande, é aquela que excede o tamanho do seu líder! Sem duvidas, o Papa Bento XVI provou que ele ama a Igreja que ele serve….pois ela (a Igreja) falou mais alto do que ele (Joseph Raitzinger).

Quando é que vamos aprender a colocar o bem da Igreja, acima do nosso bem pessoal? Quando vamos visar o progresso da obra de Deus, mais importante do que o nosso progresso pessoal! Quando é que nós Pastores, vamos aprender de que mais vale o crescimento da Igreja (de modo geral) do que o nosso crescimento pessoal (material e particular)????

Já vi muita Igreja morrer, pelo fato do Líder não ter uma visão pelo “todo”! Não estamos nesse negócio para criarmos um Reino Pessoal… Mas um Reino para Deus!

Sem levar em consideração a questão Teológica ou Espiritual, o Papa Bento XVI dá uma lição ao mundo… de um homem compromissado com o futuro! “Eu saio de cena… mas a Igreja continua”!  Eu me arrisco a dizer, que essa decisão, colocará ele em um posto de grande admiração e respeito, entre os seus liderados (os Católicos)! Que possamos aprender com isso! A Igreja é maior que nós!

Robert Cleveland Lambeth

*** Esse artigo trata somente da questão pratica do assunto abordado… em nenhum momento faço apologia ao “Papado” ou a Igreja Católica…. Vocês já me conhecem!

Nenhum comentário:

Postar um comentário