Páginas

sábado, 17 de novembro de 2012

O sentimento do Louvor!

Ontem eu participei do “Sexta-Praise” na IAB do Nova Europa, com meu amigo Pr. Anderson (que por sinal estava muito bom). Gostei bastante!

Em casa, ao me preparar para o culto, e pensando no tema do encontro (Louvor), fiquei a refletir de como a musica tem poder… De “Woodstock ao Rock In Rio”, a musica vem mudando, mexendo e modelando gerações! A musica é tão forte, que ela determina desde a moda aos os costumes de jovens e anciões!

Mas louvor é mais do que som, ritmo e melodia! Certo? Louvar a Deus vai além de instrumentos e acordes… louvar a Deus é expressar sentimentos!

Quando lemos o hinário da bíblia (o livro de Salmos), ele não vem acompanhado de notas musicais! Inclusive é dito pelos estudiosos, que esses hinos não tinham uma melodia determinada… ou seja, cada um podia cantar seu “Salmo” do jeito que queria, pois o mais importante era a letra… e mais importante que a letra, era o sentimento que a letra transmitia!

Eu ando preocupado… pois o nosso louvor está sendo determinado por os “Hits” e os sucessos das FM´s… É comum ouvir dizer nas Igrejas: “canta o Régis, Fernandinho, Lázaro e por ultimo agora é o Thales”! E nada contra os hinos que esses cantores cantam e compõe… Mas temos que ter mais do que apenas a habilidade de imitar eles… Temos que ter um louvor no coração! *** Em partes, estou com medo de que estamos colocando os “artistas e seus hits, acima de Deus – o “Louvor tem se tornado mais importante do que o Louvado”!

O que deve borbulhar numa Igreja é hinos que expressam sentimentos, intimidade e amor a Deus… Vamos esquecer das rádios e os famosos… Vamos voltar a dedicar nosso louvor a Deus! EU quero cantar com lagrimas, com reverência e com sentimento… E isso só acontece quando eu canto com o coração!

Robert Cleveland Lambeth

Nenhum comentário:

Postar um comentário