Páginas

quarta-feira, 1 de agosto de 2012

Parábola dos Talentos!

Domingo a noite em nossa Sede Regional, eu preguei sobre a parábola dos talentos, encontrada em Mateus 25:14.

Não vou entrar em todos os detalhes que abordei… Mas apenas compartilhando algo que achei interessante! Quando o homem voltou para ajustar as contas com os seus servos, dois dos servos havia produzido e multiplicado… Um dos servos nada vez, além de enterrar o seu talento na terra!

  • Primeiro ponto - em nenhum momento esse servo (que nada fez) disse ao seu Senhor: “eu me esforcei, trabalhei, plantei mas nada deu certo… eis aqui o seu dinheiro”! Porque? Ele não disse isso, porque essa desculpa não teria colado… Em outras palavras, qualquer coisa que ele tivesse feito, teria produzido algum tipo de resultado (mesmo que mínimo)! Nem que fosse ir ao Banco depositar o dinheiro na poupança! O “produto” que Deus nos deu é bom demais! Ele sempre rende e se multiplica (quando aplicado)! Basta trabalhar, empenhar-se e aplicar-se no projeto de Deus! O PROBLEMA DESSE SERVO É QUE ELE ERA VAGABUNDO E PREGUIÇOSO!
    • Quando nós nos empenhamos na obra do Senhor, com afinco e dedicação, sempre colheremos algum tipo de fruto! Só não colhe o preguiçoso! A SEMENTE É BOA… BASTA PLANTA-LA!
  • Segundo ponto – Note que quando ele teve o encontro com o seu Senhor, ele não devolveu menos do que ele tinha recebido! O que Deus dá, não perde seu valor nem seu poder! Depois de todos aqueles anos, o talento dele, ainda tinha o mesmo valor! Talvez você não use… Mas o poder está ali!

Em outras palavras, não temos desculpa! Deus tem nos equipado e nos habilitado para a sua obra! O que Deus nos deu é bom, fértil e poderoso… Então MÃOS A OBRA – POVO DE DEUS!

Robert Cleveland Lambeth

Nenhum comentário:

Postar um comentário