Páginas

segunda-feira, 16 de julho de 2012

As guerras da vida!

Sírios velam corpo de parente em Qusayr; ONU e EUA elevaram a pressão sobre o regime de Assad após massacre com 220 mortos

Essa é a foto, da capa do Jornal “A Folha de São Paulo” de sábado dia 14 de Julho. Essa foto, foi tirada no velório de mais uma vitima do confronto na Síria.

Não estou aqui para debater os “prós e contras” do regime de Assad (ditador da Síria), até porque eu não entendo todos os detalhes desse complexo assunto, e os motivos dessa guerra sangrenta.

Mas o que me chama a atenção na foto, é o olhar vazio do menino na cabeceira do caixão! É como se ele não estivesse sentindo nenhuma dor ou emoção (e com certeza, o morto era seu parente, e provavelmente seu Pai ou Avô)!

O caso é que viver num local, cheio de constantes lutas e brigas, mortes e bombas todos os dias, tira um pouco o sentimento da vida! É como se o pequeno menino, estivesse perguntando: Que mundo é esse? Que vida é essa?

A dor e a constante pressão da vida, rouba de nós a beleza de quem somos! Nascemos cheio de sonhos, ideias, planos e vontade de aproveitar cada instante do dia… e ao passar o tempo, percebemos de que as circunstancias que nos rodeiam, afogam os nossos mais sinceros e puros sentimentos… E NOS TORNAMOS, COMO O MENINO DA FOTO ACIMA… CHEIO DE PERGUNTAS E RESSENTIMENTOS!

Eu sei que há pessoas que leem minhas postagens, que estão vivendo dilemas, dores e aflições! Essa semana mesmo, vi uma jovem tão bonita, com um olhar tão triste… ela sorriu para mim e me cumprimentou com um “olá” tão vazio! Eu me lembro dessa jovem, alegre, cantando, cheia de sonhos e planos… Mas a guerra da vida, matou a beleza de quem ela era!

Eu oro hoje, para que você e eu, não venhamos a perder o sentido da vida! EU SEI QUE NÃO É FACIL… mas lute por você mesmo! Lute pelos seus sonhos, lute pela sua família! Lute… lute… lute!

Não deixe a guerra da vida te matar!

Robert Cleveland Lambeth

Nenhum comentário:

Postar um comentário