Páginas

segunda-feira, 7 de março de 2011

Pensando naqueles que sofrem…

Faz algumas semanas que tenho ido quase todos os dias ao hospital visitar uma querida irmã de nossa Igreja que estava bem ruim (graças a Deus ela está melhor). Hoje ao caminhar pelos longos corredores do hospital, passando na porta de dezenas de quartos, ao olhar para dentro vi pessoas em todos os estados e condições. Vi pessoas extremamente “magras” quase esqueléticas… outras, extremamente “obesas”… vi gente acordada com olhar de desespero (como alguém que diz: ME AJUDE POR FAVOR!) … outras num sono profundo. Vi também pessoas com partes do seu corpo enfaixadas… outras tentando dar seus primeiros passos num andador (vitimas de AVC)… como crianças, tentando re-treinar o seu corpo a obedecer a sua mente.  Além de todos os detalhes visuais, outra coisa que me chamou a atenção é a quantidade e variedade de sons… Gente chorando, gemendo… e até gritos de angustia e desespero! Ao ver tudo isso, e ouvir tudo que ouvi, fiquei a pensar: como a vida é frágil! Me senti hoje como se estivesse visitando uma “mecânica humana” e todos esses corpos e pessoas, como sendo “carros” precisando de conserto!!! Os sons pareciam de uma “funilaria humana” onde a lataria (o corpo e a pele) estavam sofrendo as “batidas do martelo” do “chapeador”! Na verdade, eu nem sei porque estou escrevendo essas palavras… acho que fiquei um pouco triste nessa manha chuvosa de segunda feira de carnaval… sabendo que há tantas pessoas sofrendo, longe de amigos e familiares… Muitas delas sem esperança ou fé… simplemente deitadas esperando o tempo passar, como alguém que diz: “o que há de ser… será”! Que Deus ajude essas pessoas! Se você é uma dessas pessoas, que hoje chora, lamenta, estás triste e abatido? Que Deus seja contigo hoje… Que a Paz do Senhor venha cobrir a sua vida!

Robert Cleveland Lambeth

Nenhum comentário:

Postar um comentário