Páginas

sábado, 16 de janeiro de 2010

"Férteis em tempos de Adversidades III"


O livro de Salmos abrange um período muito grande de tempo. Há registros desde Moisés até o exílio na Babilônia. Por isso, ao lermos o Salmo 137, podemos entender um pouco melhor a profundeza das palavras escritas. “Junto aos rios da Babilônia nos assentamos e choramos lembrando de Sião. Penduramos nossas harpas nos salgueiros, e aqueles que nos levaram cativos nos pediam canções e os que nos atormentavam, que os alegrássemos, dizendo: cante-nos um hino de Sião. Mas como entoaremos em terra estranha?” Eu quero que você note o efeito claro, que a Babilônia deixou na vida dessas pessoas! Aliás, se você não se cuidar a Babilônia pode causar o mesmo efeito na sua vida! Veja bem, essas pessoas por estarem na Babilônia, sentaram, choraram, lembraram do passado (saudosistas – vivendo o passado), penduraram a sua harpa (enterraram o seu talento) e deixaram a luz de Deus se apagar na sua vida. Eu conheço muitas pessoas nos dias de hoje, sofrendo desse mal. Eles sentam (param pelo caminho), choram (só sabem lamentar), vivem o passado (antigamente eu era...), enterram o seu talento e deixam o brilho do Espírito Santo se apagar na sua vida. TUDO PORQUE SE DEIXARAM ABATER PELAS ADVERSIDADES DA VIDA! É duro cantar hinos na Babilônia! Aliás, você não pode esquecer que os Babilônicos não têm hinos... só quem pode cantar é o povo de Deus... A pergunta é: quem vai cantar se o povo de Deus calar a boca??? Mas Pastor, entenda o que eu estou passando... veja o meu lado, olhe a minha situação! E com certeza, era isso que eles diziam naquela época! Eu não vou cantar, eu não vou florescer, eu não vou produzir... eu estou na Babilônia! Para você entender um pouco melhor essa situação veja o que diz a bíblia: “aqueles que nos atormentavam, pediam que os alegrássemos”. Olha a audácia desse povo! Os Babilônicos machucavam o povo de Deus, e ainda queriam que o povo de Deus os alegrasse! Com isso em mente, é fácil entender a vontade deles em ficar de boca calada, afinal de contas eu tenho uma boa desculpa por ficar assim! Eu tenho razão em ser como sou! Eu tenho motivos para estar triste... E TUDO ISSO É VERDADE! Cada um de nós poderia com razão deixar se abater pela crueldade da vida, afinal de contas, vivemos na Babilônia! Por outro lado, Deus espera que nesse tempo difícil, possamos produzir frutos! Você está parado, chorando, deixando o seu talento apagar??? Creia meu amigo, isso não é a vontade de Deus para a sua vida!

Robert Cleveland Lambeth

Nenhum comentário:

Postar um comentário