Páginas

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Meu Dia de "Fim do Mundo"

Hoje estive num compromisso ministerial na Cidade de Sorocaba. Ao retornar para casa, depois da reunião, notei pelo caminho algo estranho: tudo estava escuro! Achei que era algo casual e passageiro, mas logo me fraguei de que alguma coisa esquisita estava acontecendo. Para piorar, tentei ligar o radio, buscando algum tipo de informação e nada de vozes ou musica... só chiado. Ao me aproximar de Campinas, finalmente consegui sintonizar a radio Bandnews FM, e eles estavam reportando um dos maiores apagões na história do nosso País! Repórteres de todo os Brasil, estavam ligando com informações desse “balckout”. Naquele momento eu acelerei o carro o máximo para tentar chegar em casa, pois em algumas regiões de Campinas ainda tinha luz, e pelo caminho pude notar o caos o medo e a confusão que isso estava causando em nossa Cidade, com pessoas na rua, gritando, apavoradas e sem entender nada. Quando entrei em casa e fechei o portão, a energia elétrica no meu bairro acabou. Aqui estou eu, ouvindo as noticias (no radinho velho de pilha), escrevendo no meu “laptop” a bateria, e pensando em tudo isso que está acontecendo! Peguei o telefone para ligar para os meus amigos... e nada! Todos os telefones mudos, até o celular! São Paulo, Brasilia, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, partes de Goiás, Curitiba... tudo sem luz! Senti-me como sendo um protagonista involuntário, daqueles dramas que se apresentam nas Igrejas, sobre a volta de Cristo! Gritos, medo, policia na rua com sirenes ligadas, pessoas apavoradas... e no rádio, os locutores tentando de todos os meios achar o “motivo do apagão” (que por sinal, até esse momento ninguém sabe). Fiquei arrepiado... de repente aquilo que ninguém esperava aconteceu! As maiores e mais modernas Cidades da América Lartina, estão no escuro e o pior de tudo: ninguém tem uma explicação. Me lembrei daquela mulher no drama que gritava dizendo: “onde está meu filho, onde está meu marido”... Alguns anos atrás, um apagão semelhante aconteceu em nosso Brasil, mas aconteceu em lugares longe do meu “habitat”... hoje, sentado no escuro eu penso: “assim será a vinda do Senhor” quantos serão pegos de surpresa... e no radio os repórteres dirão: “temos noticias de 237 pessoas desaparecidas em tal cidade e etc”. Hoje tive o meu dia de Fim do Mundo... e confesso: não gostei do sentimento! Vamos nos preparar... Cristo em breve vem!
Robert Cleveland Lambeth

Nenhum comentário:

Postar um comentário