Páginas

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

Iscas...

Todo pescador investe na aquisição de boas “tralhas”. Varas, molinetes, bóias, anzóis, chumbo, linhas de diversas espessuras e etc. Contudo, isso tudo fica em segundo plano na hora de pescar o peixe, pois o que realmente conta é a qualidade da isca! Nenhum peixe morde um anzol, pois mais bonito e reluzente que ele seja! O que atrai ele são as iscas! Eu conheço pescadores, que investem horas do seu tempo, inventando iscas, afinal de contas, a época de pescar com “minhocas” já se foi! Hoje em dia, vale tudo para pegar um belo peixe... iscas feitas de massas com açúcar e “ki-suco de morango”, pó de guaraná, salsichas azedas, bolinhas de concentrado de maracujá... Tudo por um peixe! A arte de pescar consiste em enganar o peixe... até as linhas usadas na pescaria estão mais transparentes, para se assemelhar a cor da água. Se pudéssemos olhar nos “barrancos” que rodeiam esse “pesqueiro ou aquário” chamado a Igreja, veríamos muitos “pescadores” tentando “pescar” os escolhidos de Deus! Coisas de todos os tipos, andam flutuando em nosso caminho, para ver se nos levam a morder essa armadilha (claro que por trás de toda isca, tem um anzol, que nos levará cativo... Mas isso ninguém vê, afinal de contas, as iscas tapam muito bem os anzóis). Irmão não se engane, o diabo não está mais usando aqueles métodos velhos e ultrapassados dos anos 70... ele hoje anda moderno, cheio de artimanhas, e ele tem se especializado em produzir iscas cada vez mais atrativas! Ele é o rei do disfarce! Tome cuidado! “Há caminho que para o homem parece bom, mas o fim dele leva a morte(Prov. 14:12)Porque os ímpios se acham no meio do meu povo, andam espiando como enganar os meus escolhidos. Armam laços e apanham os homens” (Jer. 5:26)
Robert Cleveland Lambeth

Nenhum comentário:

Postar um comentário