Páginas

segunda-feira, 29 de setembro de 2014

Brasil… País de terceiro mundo!

Essa semana tive algumas experiências ruins, que me fizeram lembrar de que ainda o Brasil é um país de 3º mundo!

Tentei dezenas de vezes, resolver um problema na Azul Seguros, na Claro e na NET. Você já tentou resolver alguma coisa com empresas grandes como essas??? Então você sabe o porque do meu abatimento.

A ouvidoria é uma palhaçadareclamar, exigir, cobrarpode tirar o “cavalo da chuva”! No Brasil isso não funciona. Aqui no hemisfério sul, o cliente é só um numero… e normalmente as empresas de fora que se instalam aqui, vem no objetivo de sugar o que podem sugar – DEPOIS PULAM FORA (ex. Brasil Telecom).

Na Azul Seguros, fui muito mal tratado pela Bruna! Com má vontade e estupidez, ela me desprezou, depois de ser cliente deles por mais de 5 anos. Decidi reclamar deste tratamento! Falei a Bruna, que eu queria falar com o supervisor dela!!! (kkkkkkkkkk), isso é uma piada!!! A Bruna não tem supervisor! Ela é a supervisora (ela é atendende, gerente, chefe – ela é tudo)!!! Então o que vale e a palavra dela – ou penar 3 anos, na justiça!

Isso é o Brasil!!! Enchem esses “call centers” com meninas que tem o único objetivo vender planos!!! Se não vender? Não come, não recebe!!! Então, para bater metas… fazem-se qualquer negócio! Depois do plano comprado, impossível reclamar ou alterar o plano! Alguém já conseguiu resolver algo no *1052 da Claro???? Nunca, isso é impossível! Nem eu que sou cliente deles, a mais de 10 anos!!!

Claro, se você ligar lá para comprar um plano mais caro, pagar mais, até o presidente da empresa fala com você  (Só pense bem, pois para desfazer o plano, é um martírio)!

Ai você me diz: E LÁ FORA, COMO É? Bem em países de primeiro mundo, a voz do cliente tem peso! Para não perder cliente, eles fazem de tudo! Lá fora vale o lema: O CLIENTE SEMPRE TEM RAZÃO! Lá você pode reclamar e serás ouvido! Nos países de primeiro mundo, o servidor publico sabe que ele está lá para servir e ele também sabe que quem paga o salário dele, é o cidadão! Isso faz uma grande diferença…  Aliás, não vamos longe, não precisamos falar de EUA ou Europa… aqui na América do Sul mesmo, tem Países onde isso funciona com qualidade.

Enquanto isso, aqui a gente vai penando! Vamos vivendo a vida, torcendo que nunca tenhamos que recorrer a ninguém, pois aqui é: aprenda a nadar, senão morrerás afogado!

O Brasil é campeão Sul Americano de Reclamações do Consumidor!!! Já ganhamos essa taça 4 vezes, de acordo com a revista Exame.

Também não quero só aqui reclamar e reclamar!!! Temos coisas boas nessa área também. Aqui em São Paulo (fruto da gestão de José Serra como Governador) foi criado o Poupa Tempo – e esse negócio funciona!!! Hoje fui renovar minha CNH – fiz tudo em menos de 2 horas… que negócio bom e organizado!!! Lamento que Poupa Tempo ser algo limitado a SP… Mas lá você resolve tudo – qualquer questão que tenha a ver com orgãos do Estado (num só lugar) – e os funcionários são eficientes e bem humorados! Até passaporte, você faz lá! É muito bom!!!

Robert Cleveland Lambeth

quinta-feira, 25 de setembro de 2014

O dia 05 está chegando…

Resultado de imagem para foto de urna eletronica

Pois é, o dia 05 está chegando! Você já escolheu seus candidatos? Espero que sim… Faz tempo que não se vê uma disputa tão acirrada no Brasil como esse ano.

Algumas dicas pessoais para essas eleições:

  • Não anule seu voto! Votar em branco não é uma forma valida de protestar! Protesto se faz, votando no melhor candidato. Aliás, votos brancos e nulos, só ajudam a eleger os candidatos ruins!
  • Você é livre para votar em quem quiser! Por isso, pesquise, estude cada candidato… veja quais são suas propostas, planos e projetos! Vote consciente… Mesmo que o seu candidato, não seja o mais popular, ou o mais comentado… se você achar que as propostas dele, representam seus interesses, vote nele!
  • Não se deixe levar pela mídia ou pelas “pesquisas”… não seja manipulado! Não seja uma “Maria vai com as outras”… tenha convicção do seu voto! Ele faz a diferença!

Não sou muito de escrever sobre politica… apesar de gostar muito desse tema. Não escrevo mais, pois meu blog não tem esse objetivo. A razão que hoje estou escrevendo sobre isso, é porque temos uma grande responsabilidade esse ano! É preciso mudar… mudar para melhor! E você faz parte desse processo.

Chega de corrupção… chega de roubalheira! Não entendo como podem alguns cristãos, não ficarem revoltados com tudo que anda acontecendo em Brasília. Não podemos permitir que isso continue!

Eu ainda não escolhi meu candidato majoritário (só em quem eu NÃO VOU VOTAR). Como muitos brasileiros, estou em duvida! O ruim tem que sair… Mas quem vai substitui-lo? Não podemos votar em alguém apenas por ser “evangélico”! Presidente tem que ter experiência! Tem que ter currículo! Tem que saber administrar… e é isso que falta, no meu ver! A presidenta atual, já mostrou o que a inexperiência em administrar pode fazer!

Na minha opinião, ser presidente é uma escala… começa-se como vereador, deputado estadual, federal, governador… e por fim – PRESIDENTE! Só assim se pode administrar com o conhecimento da máquina!

Então está aí… vamos acordar, pesquisar, estudar e por fim, votar! Se as coisas não mudarem, pelo menos estaremos com a consciência limpa, por ter feito a nossa parte.

Robert Cleveland Lambeth

segunda-feira, 22 de setembro de 2014

Todo mundo focado na sua “tribo”!

Lucas 5:27  Depois disso, Jesus saiu e, vendo um publicano (cobrador de impostos) chamado Levi (ou Mateus), sentado na coletoria, disse-lhe: Segue-me. Este, deixando tudo, levantou-se e o seguiu. Deu-lhe então Levi (Mateus) um grande banquete em sua casa; havia ali grande número de publicanos (cobradores de impostos) estavam com eles à mesa…

Essa passagem, nos mostra o momento em que Mateus foi chamado por Jesus para ser um dos seus discípulos. Mateus era um cobrador de impostos quando Jesus o convocou!

Logo depois de aceitar o chamado de Jesus, a alegria tomou conta do coração desse publicano, e ele decidiu dar uma festa e convidar Jesus para ser o palestrante!!!

A casa de Mateus encheu… tinha muita gente!

Mas o interessante, é que quando Mateus organizou a festa, ele convidou justamente o povo da “sua tribo”! Ele convidou, exatamente as pessoas com quem ele andava, pessoas que eram como ele era!

Isso é um principio que pode e deve ser aplicado nos nossos dias.

  • Quem era você antes de conhecer Jesus?
  • Com quem você andava?
  • Qual era a sua tribo?

São exatamente essas pessoas que você deve se esforçar para alcançar! Junte a sua tribo (ou ex-tribo) e chame a Jesus para a festa!!! Com certeza, será uma grande benção!

Robert Cleveland Lambeth

terça-feira, 16 de setembro de 2014

Igrejas e Pregadores Coca Cola!

Quem não gosta de Coca Cola??? Bem gelada, bem docinha! Coca Cola vai bem com quase tudo, principalmente com o “almoço, janta, café da manhã e com os lanchinhos da tarde”! (kkk)

Mas Coca Cola apenas, não sustenta! Coca Cola não é alimento… aliás, tem até aqueles que dizem que beber muita coca cola é prejudicial a Saúde!

Então, apesar de a Coca Cola ser gostosa e apelativa, ela só deveria de ser tomada de vez enquanto… algo como um aperitivo, uma “sobremesa”!

Isso tudo que falei é no âmbito natural da vida! Agora fazendo uma comparação com as coisas espirituais, quero falar um pouco sobre as Igrejas Coca Cola!

QUE IGREJAS SÃO ESSAS?

São as Igrejas docinhas, geladas, apelativas e sedutoras! Elas oferecem só as “coisas boas”, que o ser humano gosta de ouvir!

Igrejas do “só vitória”, “só alegria”, “só prosperidade”, “só benção”! Todo culto, é a mesma coisa: “você vai vencer, você é vitorioso, o diabo é derrotado, você é rico, bonito, bom, feliz, infalível, imbatível, tudo certo e nada errado e assim por diante”!

Tudo isso é bom e em parte verdade (e de vez enquanto necessário)! Mas não se pode viver com essa dieta espiritual todos os dias! Até porque a vida não é um Coca Cola!!! Nem tudo é vitória sempre!!!

Não quero aqui parecer “mal humorado ou negativo”! Mas é muito frustrante para o ouvinte, ficar sempre ouvindo coisas que não são e realidade!!! Lembre-se (repito) a vida não é uma Coca Cola!

  • Sim, Jesus cura – Mas muitos morrem sem serem curados! Temos que ter uma palavra para esses também!
  • Sim, Jesus guarda e protege – Mas muitos passam por aflições!
  • Sim, Jesus nos quer ver prósperos – Mas muitos crentes mundo a fora, vivem em situações precárias.

NÓS TEMOS UMA MENSAGEM PARA ESSAS PESSOAS?

  • Sabemos pregar fidelidade, mesmo quando tudo dá errado?
  • Sabemos pregar confiança em Deus, mesmo quando um amado morre de câncer depois de meses de sofrimento?
  • Sabemos explicar o fato de que servir a Deus, é mais do que apenas – receber, receber, receber???

O evangelho pregado hoje é corrupto em suas bases! É um evangelho herético, falso… um evangelho Coca Cola!

Temos lutas, desafios, tentações, afrontas e etc.… e se alguém não nos ensinar a lidar com os “limões da vida”, seremos “crentes frustrados”!

Todo culto tem que ter um pouco de Coca Cola… Mas coloque alguma coisa a mais nos seus sermões, com sustância, com gordura, com vitaminas e etc. Não seja um pregador Coca Cola (ele pode ser popular – mas é prejudicial a saúde de uma Igreja), seja um pregador da verdade!!!

Robert Cleveland Lambeth

sexta-feira, 12 de setembro de 2014

Gays de Livramento–David Coimbra

Eu li esse artigo, e achei ele excelente. Ele foi escrito essa semana pelo jornalista Marcos Coimbra da Zero Hora. Eu não posso dizer que concordo com tudo… Mas o principio que ele defende, a ideia por trás do que ele escreve, eu aprovo 100%. Como eu disse, eu não concordo com tudo que ele diz (casamento Gay, por exemplo), mas a questão abordada por ele, sobre o comportamento dos Gays, e a maneira como eles querem entrar em tudo, e esfregar na cara de todo mundo o estilo de vida deles, isso eu concordo plenamente!!! Leia… você vai gostar!!! (para entender melhor, é só substituir a palavra CTG, por Igreja).

Robert Lambeth

***************************************************************************

Os gays de Livramento

Nunca finquei o salto da minha bota num CTG. Nunca entrei numa bombacha. Não sei andar a cavalo. Prefiro peixe a churrasco.

Sou a favor do casamento gay. Vejo homens andando de mãos dadas pelas calçadas perfeitas aqui dos Estados Unidos e acho extremamente civilizado. Sou contra qualquer tipo de discriminação sexual.

Feita essas ressalvas, gostaria que alguém me respondesse a uma questão sem qualificar a pergunta ou o perguntador, apenas para esclarecer minha mente obnubilada. A pergunta é a seguinte:

Por que esse casal gay de Santana do Livramento PRECISA casar-se num CTG?

Essas associações, os CTGs, foram feitas pra cultuar TRADIÇÕES. Esse é o objetivo. O troço se chama Centro de Tradições Gaúchas. O CTG é um clube, é uma entidade particular, privada, um CTG não é público, nem estatal. Eu, particularmente, não vou a CTG porque não tenho nenhum interesse em cultivar tradições. Eles, lá os gaudérios, eles têm.

Cerimônias de casamento heterossexuais são realizadas em CTGs, porque fazem parte das tais tradições deles. Casamentos homossexuais não fazem parte das tradições deles. Nem usar tênis. Nem cantar samba. Nem ser vegetariano.

Eu não sou vegetariano, mas eventualmente calço tênis ou canto sambas. Se quiser fazer isso, não o farei num CTG, porque nos CTGs eles não querem que as pessoas façam isso. É como ir a um casamento de camiseta. Todo mundo de terno, e eu de camiseta. Vou me sentir mal, e haverá quem ache que estou desrespeitando o casal em núpcias.

Se essas duas mulheres nubentes de Livramento fossem minhas amigas e me convidassem para o casamento delas, eu vestiria um bom terno e uma vistosa gravata, embora não goste de vestir ternos e gravatas. Faria isso por consideração a elas.

Mas elas pretendem realizar o casamento delas num Centro de TRADIÇÕES Gaúchas, embora, como já disse e todo mundo sabe, casamentos gays não façam parte das tradições gaúchas, mesmo havendo milhares, quiçá milhões de gaúchos gays, inclusive dançando a dança do pezinho nos CTGs.

Vou repetir: um centro de TRADIÇÕES é feito para que se cultuem as TRADIÇÕES. Entre as TRADIÇÕES não está entrar lá de tênis, cantar samba ou realizar casamentos entre pessoas do mesmo sexo. Logo, quem quer andar de tênis, cantar samba ou casar com alguém do mesmo sexo não fará isso num centro de TRADIÇÕES.

Quando uma juíza determina que um casamento gay seja celebrado num centro de tradições, ela está afrontando essas tradições, está afrontando a própria natureza do tal centro. Ela, a juíza, não está promovendo a tolerância, está fazendo uma provocação. Tanto é provocação que, aparentemente, gaúchos defensores das tais tradições preferiram tocar fogo no CTG a vê-lo abrigando um casamento gay. O que é uma vasta ignorância e um crime, é óbvio, mas dá bem a medida do quanto essas pessoas se sentiram insultadas.

Um casamento é um ato de amor, é uma cerimônia de congraçamento, onde deve haver harmonia e alegria. Mas esse casal quer celebrar sua união em meio à hostilidade, numa entidade em que não são realizados casamentos gays, precisamente porque lá não é um lugar de diversidade, de novidades ou modernidades: lá é um lugar de culto a tradições, e as tradições são sempre as mesmas, ou não seriam tradições. As tradições são até anacrônicas, porque não são mais desse tempo, são de outro, de um tempo que não existe mais. Só que há quem goste disso.

Por que, então, casar-se nesse lugar? Para quê?

Casem-se, gays. Casem-se! Vivam o seu amor na plenitude, andem de mãos dadas pelas ruas, como fazem os gays de Nova York e Boston, namorem, troquem beijos apaixonados, sejam felizes para sempre, e deixem os gaudérios com suas tradições, sua picanha gorda, sua milonga, sua dança do balaio e com seu passado que talvez jamais tenha acontecido. Eles estão lá no clube deles, cultuando as tradições deles, achando que o Rio Grande é o melhor lugar do mundo e que não existe homem mais homem do que o gaúcho. É para isso que serve CTG. Deixem os tradicionais com suas tradições, mesmo que sejam antiquadas.

Eles gostam! O problema é deles. O mundo já está cheio de conflitos, as confusões nos procuram. Para que ir atrás delas?

David Coimbra – 11/09/2014 – Zero Hora

quinta-feira, 11 de setembro de 2014

Contar os dias…

Salmos 90:12 - Ensina-nos a contar os nossos dias…

Olhei hoje no calendário e pensei comigo mesmo: ESSE ANO JÁ SE FOI! Em 3 meses, estaremos em 2015!!!

Resultado de imagem para foto de calendário

No começo do ano eu falei que 2014 seria cheio com Carnaval, Copa do Mundo, Eleições e etc. Mas tudo passou! O carnaval veio e foi, a copa do mundo veio e foi, e em 3 semanas teremos as eleições nacionais! O TEMPO ESTÁ VOANDO! Logo será Natal e Ano Novo!!!

Nesse contexto, fiquei a meditar em meu espirito, e me veio essa escritura: NOS ENSINA A CONTAR NOSSOS DIAS! Basicamente o que o Salmista estava dizendo: NOS AJUDA A FAZER VALER CADA DIA! (Cada dia, tem que contar)!!!

Em outras palavras, como os tempos estão passando tão rápidos, não podemos mais ser limitados a projetos anuais, semestrais e até mensais - (apesar de que isso é IMPORTANTÍSSIMO), TEMOS QUE FAZER VALER CADA DIA!  O que eu tenho percebido, é que o ano passa tão rápido e muito dos nossos projetos, nunca saem do papel. 

Será que se a gente começar a trabalhar em cima de CADA DIA, (projetos diários, metas diárias), não atingiremos mais??? Minha impressão, é que SIM!

Quem sabe, vamos manter nossas listas anuais… Mas vamos também criar as nossas listas diárias! Coisas para hoje!

  • O que posso fazer HOJE?
  • Como possos ajudar alguém HOJE?
  • Onde posso compartilhar meu chamado e os meus dons HOJE?

Quem sabe, isso nos ajudará a sermos mais produtivos! Afinal de contas, todos nós precisamos melhorar nessa area!

Robert Cleveland Lambeth

sexta-feira, 5 de setembro de 2014

Grande verdade!

foto

Eu vi esse dizer, no acampamento aonde for realizado o REMAI em AL.

No começo, confesso que achei meio estranho… Mas quanto mais eu li e refleti, vi que há muita verdade nessas palavras.

A bíblia diz que Fé sem Obras é morta! E não adianta orar se não ajudar…

Reflita nessas palavras…

terça-feira, 2 de setembro de 2014

Cuidado!!!

Cuidado com seus pensamentos, pois eles se tornam palavras.
Cuidado com suas palavras, pois elas se tornam ações.
Cuidado com suas ações, pois elas se tornam hábitos.
Cuidado com seus hábitos, pois eles se tornam o seu caratér.
E Cuidado com seu caráter, pois ele se torna o seu destino