Páginas

quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Já sinto o cheiro de vitória!

Faltam poucos dias para o inicio de um dos maiores movimentos em prol de avivamento dos ultimos anos! Dia 03, um batalhão de intercessores, junto comigo, estarão enganjando-se no JEJUM de DANIEL. Por 10 dias, vamos deixar de lado tudo que for prazeroso para a nossa "carne" e vamos nos sacrificar em busca de uma intimidade maior com Deus! Alguém pode dizer: mas Deus não está a procura de sacrificio... e é verdade! Passar fome em si, não traz virtude. Por outro lado, Deus se agrada, quando ele vê em nós um desejo tão grande em ter mais DELE, que deixamos de lado até mesmo os alimentos. Eu preciso mais DELE... e eu sei que você também! Então vamos dizer para a nossa carne (estomago), por 10 dias eu vou comer só o necessário para me manter vivo... minha prioridade nesse tempo será o meu relacionamento com Deus. Eu quero conhecer os mistérios do REINO DOS CÉUS! Creia amigo, coisas fantásticas acontecerão... pode confiar! Temos grupos, Pastores, Igrejas, familias... de norte a sul, dizendo: eu estou junto nessa batalha! Eu calculo que pelo menos 1000 pessoas estarão comigo nessa guerra espiritual!!! Você acha que Deus não vai nos ouvir??? Claro que ele vai... coisas grandes vão acontecer! Eu sei que vamos ver (alguns já estão vendo) a mão opositora do diabo se levantando contra esse projeto, mas o diabo é um derrotado desde o princípio! Não se iluda... não se deixe abater... grande será a nossa vitória!
Robert Cleveland Lambeth

segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

"Férteis em tempos de Adversidades V"

Eclesiastes 11:4 diz: “aquele que observa o vento nunca semeará e o que observa as nuvens nunca cegará”. Traduzindo ao bom português: “não existe tempo bom para trabalhar – ser produtivo”. As circunstancias nunca serão condizentes para o trabalho! Será que existe dia bom para orar, evangelizar, jejuar, ler a bíblia??? Usualmente, sempre achamos uma desculpa nessas horas! Eu quero mostrar alguns exemplos disso que venho falando:

José: a grandeza de José foi interpretar os sonhos dos outros, ENQUANTO O SONHO DELE AINDA NÃO TINHA SE CUMPRIDO! É difícil ajudar os outros realizar os seus sonhos, quando você tem sonhos não realizados! É difícil ajudar os outros, quando você mesmo precisa de ajuda! José mesmo na prisão conseguiu ser prospero! Ele poderia ter se negado a interpretar os sonhos do “padeiro e do copeiro real”, mas mesmo nas condições adversas que ele se encontrava, ele foi prospero!

Felipe: (Atos 8) Saiu de um grande avivamento em Sumária e foi levado ao deserto! “Eu não queria ter saído de Sumária” (grande metrópole)... “Eu não queria vir ao deserto” (poderia ter dito Felipe). “Eu pregava para multidões e hoje só tenho UM para quem pregar”! A verdade é que atrás daquele etíope, havia uma nação sedenta por esse evangelho! Por ele se recusar a calar a boca no deserto, a Etiópia ouviu a mensagem de Jesus Cristo! Nem o mais árido deserto consegue calar a boca do verdadeiro Evangelista!

Paulo e Silas: (Atos 16) Será que você conseguiria ser “fértil” nas mesmas condições que eles se encontravam? Cantar e orar depois de várias dezenas de açoites? Aliás, MEIA NOITE não é hora de fazer essas coisas! As condições não eram boas e a hora imprópria, mas mesmo assim eles não deixaram de brilhar a luz de Deus! Já pensou se eles tivessem se deixado vencer pelas circunstâncias? Mas porque eles fizeram o que fizeram o resultado foi: uma família salva (isso não falando nos presos???), uma cidade impactada e o nome do Senhor glorificado! Tiatira nunca mais foi a mesma depois daquela meia noite...
E você... qual é a sua desculpa por não fazer a vontade de Deus? Espero que essa série de mensagens tenha lhe ajudado! Ainda tenho algumas postagens, mas creio que já está dando para você sentir o que Deus tem colocado no meu coração sobre esse assunto!
Robert Cleveland Lambeth

sábado, 23 de janeiro de 2010

Trabalho Social!

Visite o blog da IAB - Campo Grande e confira as fotos do trabalho social que realizamos na região do Campina Grande essa semana (área atingida pelas recentes enchentes em nossa Cidade).

quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

"Férteis em tempos de Adversidades IV"

Em Marcos 11:12 encontramos uma história um tanto estranha. Jesus com fome se achega a uma linda figueira, cheia de folhas, mas nada de frutos. Até ai, nada de anormal! O problema é que Jesus amaldiçoa a figueira por não ter frutos, mesmo sabendo que não era tempos de figos (é o que diz em Mar. 12:12)! Como esperar figos, fora de época? O caso é que quando Jesus tiver fome e passar pelo seu caminho, ele vai esperar encontrar mais do que folhas (mesmo que não seja tempo de frutos)! É fácil dar figos em tempo de figos, concorda? O extraordinário é dar figos fora de época! Paulo disse a Timóteo, (II Tim 4:2): “Pregue em tempo e fora de tempo”. Seja fértil mesmo quando não é época de ser fértil! Quando é época de morangos, encontramos essa fruta em cada esquina, e o preço é baratíssimo... quando não é época de morangos, é difícil de encontrar e o preço é elevadíssimo! Ser produtivo em tempo de crise custa caro! Dar figos fora de tempo requer esforço! Não basta apenas ter folhas... temos que dar frutos! Esse assunto é tremendo e profundo... Meu Deus nos ajude!!!
Robert Cleveland Lambeth
- Hoje recebi um e-mail da irmã Daphnne Souza de MG, compartilhando uma noticia que ela ouviu, sobre o nascimento de um bebê, no meio dos escombros no Haiti! No meio da morte, alguém gerou a vida!!!! Será que vamos conseguir fazer a nossa parte! Será que conseguiremos impactar nossa geração com a luz de Deus... espero que sim!

terça-feira, 19 de janeiro de 2010

Tragédia em Campinas - Campina Grande...

Como todos sabem, eu sou Pastor da IAB no Campo Grande há alguns anos. Na verdade, a região do Campo Grande é uma das regiões que mais cresce em Campinas... até alguum tempo atrás, falou-se em emancipar essa parte da Cidade (eu mesmo não acredito). De qualquer maneira, por algum motivo desconhecido, essa região sempre foi extremamente atingida pelo mau tempo. Tem vezes, que no resto da cidade tem sol, mas no Campo Grande está chovendo! Para piorar, nenhuma das 3 Igrejas que eu Pastoreio nessa região possuem asfalto na rua da Igreja. Tem vezes, que nem de carro dá para chegar no templo!!!! É meio que um trabalho missionário (coisa que eu gosto). Eu vi alguém dizer certa vez: "tem que ser Obreiro do copo sujo".... realmente, quem gosta de sapatos limpos, carro brilhando, mordomia... é melhor nem ir em nossa Igreja! Mas lá Deus tem levantado um povo que tem impactado a nossa região e Cidade. Temos uma BOA Igreja, e eu louvo a Deus por isso. Agora voltando a questão do mal tempo, ontem as 03:50hs da manhã, eu recebi uma ligação de uma de nossas Irmãs que moram no Campina Grande. É a Irmã da primeira foto (Maria), com a sua neta no colo. Ela em prantos e desespero, me disse que o rio perto da casa dela estava invadindo toda a vila onde ela mora por causa da quantidade de chuva (ontem até em parte da minha casa entrou quase 7 cm de água). É uma região pobre, onde temos uma de nossas Igreja. É uma área invadida, com muitos moradores... logicamente, eu não fui ao Campina Grande aquele horário, até porque a água estava em quase 2 metros de altura e a defesa civil de Campinas evacuou a área proibindo as pessoas a descerem ao local da tragédia! Todos ficaram na parte mais alta do bairro, vendo suas casas e patrimonio sendo destruidos pela enxurada. Ao clarear o dia, eu me desloquei para lá com a minha esposa e mais alguns irmãos e fomos dar assitencia a esse povo. A água já tinha baixado, mas o dano ficou! Muitas das fotos a seguir, são das casas de nossos irmãos! Ainda bem que o povo Apostólico de Campinas, é extremamente mão aberta, e com o apoio de nossa irmandade, acho que conseguiremos ajudar essa gente! Temos estocado centenas de quilos de alimentos para horas como essa! As cenas são dramáticas... mães com 5 filhos, sem aondo morar... na verdade as fotos, não expressam o sentimento de perda e dor que eu presenciei hoje. Ore por mim... esse Pastor está com o coração quebrado... algumas de minhas ovelhas, estão sofrendo!









domingo, 17 de janeiro de 2010

"Falsas Conversões" ou "Conversão por Conveniência"

Alguns anos atrás um falido, esquecido, abandonado e “velho” comediante famoso, viu no povo evangélico um "filé financeiro" que poderia ser explorado com uma suposta conversão. E foi isso que aconteceu... ele virou cantor, pregador e líder religioso. Hoje, a realidade dele é outra! Jesus é passado, os votos e compromissos feitos foram esquecidos, pois milagrosamente ele conseguiu voltar a TV com a “turma do...” fazendo sátiras com duplo sentido, evocando a carnalidade e sensualidade! Tudo pelo dinheiro... Até quando o povo evangélico vai se deixar iludir por essas “falsas conversões”???? Na verdade, quando tais pessoas supostamente se convertem, há no meio evangélico lideres que para inflar o seu ego, divulgam essas noticias como trunfo de grandeza e usam isso para despertar "novas conversões" e etc. É um jogo de interesses muito grande. Atores, cantores e ex-personalidades famosas, vem para o lado dos evangélicos com interesses materiais e os “evangélicos” usam isso como “carta” para atrair novos adeptos (a atriz tal faz parte da minha Igreja... vem pra cá também)! Isso tudo são “casas na areia” e um dia tudo cai por terra! Claro que eu não posso nem quero generalizar... O evangelho de Cristo é poderoso para converter desde reis a peões... Mas convenhamos, há uma onda de “falsas conversões” muito grande, e isso não é bom para o reino de Deus!
Robert Cleveland Lambeth

sábado, 16 de janeiro de 2010

"Férteis em tempos de Adversidades III"


O livro de Salmos abrange um período muito grande de tempo. Há registros desde Moisés até o exílio na Babilônia. Por isso, ao lermos o Salmo 137, podemos entender um pouco melhor a profundeza das palavras escritas. “Junto aos rios da Babilônia nos assentamos e choramos lembrando de Sião. Penduramos nossas harpas nos salgueiros, e aqueles que nos levaram cativos nos pediam canções e os que nos atormentavam, que os alegrássemos, dizendo: cante-nos um hino de Sião. Mas como entoaremos em terra estranha?” Eu quero que você note o efeito claro, que a Babilônia deixou na vida dessas pessoas! Aliás, se você não se cuidar a Babilônia pode causar o mesmo efeito na sua vida! Veja bem, essas pessoas por estarem na Babilônia, sentaram, choraram, lembraram do passado (saudosistas – vivendo o passado), penduraram a sua harpa (enterraram o seu talento) e deixaram a luz de Deus se apagar na sua vida. Eu conheço muitas pessoas nos dias de hoje, sofrendo desse mal. Eles sentam (param pelo caminho), choram (só sabem lamentar), vivem o passado (antigamente eu era...), enterram o seu talento e deixam o brilho do Espírito Santo se apagar na sua vida. TUDO PORQUE SE DEIXARAM ABATER PELAS ADVERSIDADES DA VIDA! É duro cantar hinos na Babilônia! Aliás, você não pode esquecer que os Babilônicos não têm hinos... só quem pode cantar é o povo de Deus... A pergunta é: quem vai cantar se o povo de Deus calar a boca??? Mas Pastor, entenda o que eu estou passando... veja o meu lado, olhe a minha situação! E com certeza, era isso que eles diziam naquela época! Eu não vou cantar, eu não vou florescer, eu não vou produzir... eu estou na Babilônia! Para você entender um pouco melhor essa situação veja o que diz a bíblia: “aqueles que nos atormentavam, pediam que os alegrássemos”. Olha a audácia desse povo! Os Babilônicos machucavam o povo de Deus, e ainda queriam que o povo de Deus os alegrasse! Com isso em mente, é fácil entender a vontade deles em ficar de boca calada, afinal de contas eu tenho uma boa desculpa por ficar assim! Eu tenho razão em ser como sou! Eu tenho motivos para estar triste... E TUDO ISSO É VERDADE! Cada um de nós poderia com razão deixar se abater pela crueldade da vida, afinal de contas, vivemos na Babilônia! Por outro lado, Deus espera que nesse tempo difícil, possamos produzir frutos! Você está parado, chorando, deixando o seu talento apagar??? Creia meu amigo, isso não é a vontade de Deus para a sua vida!

Robert Cleveland Lambeth

sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

O Dom Maior!

Um homem morreu e foi recebido no céu por Pedro! O “porteiro” do céu disse ao homem: para entrar aqui você tem que ter 1000 pontos acumulados! O homem então passou a expor orgulhosamente todas as suas boas obras: “eu não faltei nem um culto esse ano”. Pedro disse “ótimo, você recebe 25 pontos”. O homem então pensou e disse mais uma vez ao apostolo “paguei meus dízimos fielmente”. Mais 25 pontos, disse Pedro! O homem começou a ficar nervoso, afinal de contas, ele ainda precisava de 950 pontos! Preocupado o homem disse “eu evangelizei todos os sábados”! Mais 25 pontos... “Eu dei esmolas, eu li a bíblia, eu orei...” e por cada um desses itens, ele acumulava somente 25 pontos! Depois que todas as suas boas dádivas foram contabilizadas, ele viu que só tinha 200 pontos!!! Bastante desapontado, ele disse a Pedro “desse jeito, só pela graça de Deus para eu entrar no céu”!!! Pedro exclamou: "podes entrar, com a graça de Deus, você recebe 800 pontos"! Obras são importantes e necessárias, mas não podemos esquecer do dom maior, que é a graça de Deus na nossa vida! É ela que faz a diferença!
Robert Cleveland Lambeth

terça-feira, 12 de janeiro de 2010

"Férteis em Tempos de Adversidade II"

Em minha ultima postagem, eu falei que a Babilônia (local onde os filhos de Deus se encontravam) não é um local que inspira “crescimento ou fertilidade”. Ainda mais tendo que viver numa terra governada por Nabucodonosor!!! Por outro lado, esse tempo de exílio, não podia ser mudado! Ele fazia parte do plano maior de Deus! Jeremias disse: o tempo do exílio será de 70 anos! (Jer 29:10) Aliás, por diversas vezes nessas escritas, Deus disse: EU VOS TROUXE PARA ESSE LUGAR (Deus tem um propósito a ser cumprido nessa sua época de aridez)! Nesse caso, não adianta orar pois o plano de Deus já foi traçado! Mas eu quero que você note, o que Deus disse ao povo pela boca desse mesmo profeta: “edificai casas, plantai pomares, casem-se, dê seus filhos em casamento e sejam prósperos” (Jer 29: 4 – 7). Deus disse: “multiplicai-vos e não diminuais” (ver 6). Em outras palavras, Deus estava dizendo, eu tenho dois planos... Um ligado com a nação de Israel (esse tempo do exílio NÃO PODE SER MUDADO esse tempo tem seu propósito) e o outro é ligado com você individualmente (SEJA FERTIL EM TERRA ESTRANHA, MINHA LINHAGEM NÃO PODE SER QUEBRADA)! Não perca seu tempo pedindo para Deus mudar os tempos (o apocalipse já foi escrito)... estes já estão determinados! Ore e peça a Deus lhe ajudar a ser frutífero nessa época difícil que estamos vivendo! Não adianta cruzar os braços e esperar os “tempos” mudarem... eles só vão mudar quando Deus determinar. O segredo é gerar filhos (espiritualmente falando) em terra estranha! Note bem o desejo de Deus é: multiplicai-vos e não diminuais... mesmo estando na Babilônia!
Robert Cleveland Lambeth

Novo Blog

Queremos parabenizar ao Pastor Anderson e sua equipe que estão lançando no ar um novo blog para a IAB - Região Central. Nele, você encontrará as novidades de nossa região, bem como os anuncios e informações importantes! Vale a pena dar uma conferida!

domingo, 10 de janeiro de 2010

Grande Culto de Santa Ceia e Lava Pés

Hoje tivemos um fantástico culto de Santa Ceia e Lava Pés. Essa parte foi ministrada pelo Pastor Anderson Boeira e os Ministros da RMC (Região Metropolitana de Campinas) e a Mensagem Oficial ficou a cargo do Pastor Ivan Esmeraldino do Iati - PE

sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

"Férteis em tempos de Adversidades"


Essa semana iniciei na minha Igreja, um estudo intitulado “Férteis em tempos de Adversidade”. Inclusive, eu creio que essa mensagem que Deus me deu, deve abranger TODO o corpo de Cristo. Já tenho alguns lugares agendados, onde irei compartilhar esse estudo, e se você tiver interesse em receber os polígrafos que escrevi sobre isso, ou até mesmo os CD’s dessas mensagens, me escreva! Tudo surgiu quando estava lendo a bíblia no primeiro capitulo de Mateus que descreve a genealogia de Jesus Cristo. O versículo 11 diz que "Josias gerou Jeoaquim no tempo de exílio na Babilônia!" Pra começo, a Babilônia, não é um cenário propício para ser fértil ainda mais, quando se está lá exilado. Por outro lado, o plano de Deus NÃO pode esperar 70 anos, até que o povo saia dessa prova! Temos que ser férteis em todos os locais e em todos os tempos! Mesmo na Babilônia, o plano de Deus não pode parar! Será que a linhagem (linhagem = linha) de Jesus teria sido completa se Josias tivesse se deixado afetar pelas adversidades de sua volta? A linha não pode se quebrar!!! Estamos vivendo em dias NÃO propensos a fertilidade espiritual! O clima não é bom para gerar filhos... mas mesmo nessa hora Deus espera de nós produtividade! Os trabalhadores da hora uno décima, não podem cruzar os braços! Eu tenho visto muita gente parada no tempo, por causa das circunstancias da vida! Eu sei, o clima para o plantio não é bom... mas mesmo assim, devemos fazer a nossa parte! Na minha próxima postagem, darei continuidade a esse tema relevante e muito necessário! Deus nos chamou para grandeza espirtual!

Robert Cleveland Lambeth

quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

JEJUM DE DANIEL - PREPARE-SE!

JEJUM DE DANIEL
Dias 03 a 10 de Fevereiro de 2010

“Mas Daniel propôs no seu coração, não se contaminar com a porção do manjar do Rei, e com o seu vinho”
(Dan. 1:8)
Todos conhecem a história de Daniel, que mesmo preso na Babilônia, decidiu não se contaminar com os manjares do rei. O chefe dos eunucos, com medo de contrariar as ordens do rei (que havia estipulado a dieta desses jovens), não quis aderir a idéia de Daniel e seu companheiros. Contudo, Daniel lhe fez uma proposta: “Experimenta por 10 dias, fazendo que os seus servos comam apenas legumes e água e veja se no final desse tempo, nossa aparência não será melhor do que daqueles que comeram o manjar do rei!”
(ver. 12 – 14).
Daniel preferiu se preservar e se purificar, e Deus o elevou ao mais alto posto daquele País.
Todos os anos, a Igreja Apostólica do Brasil no Campo Grande realiza esse Jejum e ele tem trazido pureza e avivamento para a nossa Igreja. Esse ano, Deus me impulsionou a divulgar esse Jejum e procurar aderentes (pelo Brasil a fora) que junto conosco queiram privar-se de algumas guloseimas em favor da Unção e da Benção de Deus!
Como funciona: durante os dias do Jejum, não tomaremos NADA a não ser água (nada de café, refrigerantes, sucos e etc). Também não iremos comer nenhum tipo de carne. Somente legumes e saladas sem temperos. Arroz e feijão sem tempero será permitido, uma vez por dia. Nada de doces! O segredo do Jejum é não comer nada prazeroso. (se você acha fácil, experimente e veja!!!)
Durante quanto tempo: do dia 03 ao dia 10 de Fevereiro de 2010.
Resultado: “Deus deu a esses jovens, conhecimento e inteligência em toda a cultura e sabedoria. Deu-lhes também entendimento em todas as visões e em todos os sonhos” (ver 17)
- Se você está procurando um nível espiritual mais alto, visões, conhecimento e entendimento dos mistérios de Deus, junte-se a nós nesse Jejum Especial.
- Deus dará avivamento a sua Igreja. Deus irá ungir o seu Ministério e lhe dará poder para superar todas as suas dificuldades nesse ano.
- A Igreja do Campo Grande, já fez esse Jejum diversas vezes, e Deus tem nos honrado com avivamento e crescimento espiritual. Faça parte do time de vencedores... faça a sua parte!

Estaremos jejuando com propósito, ou seja, vamos estipular 10 coisas, pela qual iremos nos sacrificar:
1. Avivamento espiritual em nossas igrejas
2. Crescimento Espiritual / Poder de Deus para curar os enfermos, expulsar os demônios e conhecer os mistérios da palavra de Deus
3. Proteção divina em favor dos nossos Lideres maiores (Bispos, Pastores e Obreiros)
4. Pela obra Apostólica no Nordeste
5. Salvação de nossos familiares (não crentes)
6. Por novos Obreiros, dispostos a fazer a obra de Deus
7. Esse pedido será o seu pedido particular e pessoal (você preenche)
8. Esse pedido será o seu pedido particular e pessoal (você preenche)
9. Esse pedido será o seu pedido particular e pessoal (você preenche)
10. Esse pedido será o seu pedido particular e pessoal (você preenche)
Junte-se a nós, nessa busca por um relacionamento mais intimo com Deus. Esse ano, será o Ano dos Fortes e para que isso aconteça temos que nos fortalecer... Deus tem coisas grandes reservadas para nós!
Robert Cleveland Lambeth

sábado, 2 de janeiro de 2010

Preservando as Tradições.

“Irmãos permanecei firmes e conservai as tradições que vos foram ensinadas, quer por palavra ou por epistola” (II Tes. 2:15) Uma das coisas que muito tem me incomodado e preocupado nesses últimos dias, é o crescente sentimento de modernidade que anula as velhas tradições. As pessoas querem ser modernas e acham que para isso, precisam desfazer de tudo aquilo que é “velho ou tradicional”. Inclusive, a própria palavra “tradicional” incomoda algumas pessoas. A Bíblia tem muito a dizer sobre isso! Aliás, a Bíblia é um livro de tradicionalismo! Estou cansado de ouvir pessoas falar mal dos “usos e costumes” como se todas as nossas tradições, seja na Igreja ou no mundo, são “antiquadas e obsoletas” e sem sentido! Irmãos, se nós perdermos a nossa “tradição” perderemos a nossa essência ou identidade! Ontem eu participei de uma vigília de virada de ano. Eu sei que vigílias, não são populares em todos os lugares, e não é sobre isso que estou falando, mas vejo mais e mais, as pessoas olhando para as nossas velhas tradições, com desprezo e descaso. Vigílias, Santa Ceias, Jejum e Oração, Santidade, Hinos da Harpa, levar a Bíblia para a Igreja (na era dos telões, nem isso é mais comum em algumas Igrejas), saudar uns aos outros com o “velho e tradicional” Paz do Senhor... tudo isso está ficando para trás (agora a saudação é: e aí mano!). Há um descompromisso muito grande invadindo o mundo religioso. Ser “membro” de uma Igreja é coisa do passado! Ter compromisso é coisa do passado! Eu sou da época em que os filhos pediam: “benção” ao seu Pai e o Pai respondia: “Deus te abençoe”... da época em que a família não sentava para comer, antes do pai estar presente... do tradicional “domingo com a família”! São pequenas coisas, que não se vê mais nesse mundo “moderno”. No que se refere às tradições “evangélicas” (apesar de não gostar dessa terminologia), eu sou da época em que se usava gravata para ir a Igreja! (Hoje estão dizendo: “gravata não salva ninguém” e é verdade, mas são nossas tradições que estão morrendo aos poucos). Da época em que se penteava o cabelo para sair de casa (especialmente para ir a igreja) – hoje passa-se gel e dá uma mexida no cabelo e tá tudo bom!!! Você ainda se lembra do tempo em que era costume homem usar roupa de homem e mulher usar roupa de mulher? São tradições que temos que conservar em nosso meio, a fim de preservar a nossa essência! É como ir ao Rio Grande do Sul, e não ter Chimarrão. Ir ao Rio de Janeiro, e não comer feijoada, ir a Minas e não achar queijo. Se esse movimento continuar, logo teremos Igrejas (templos) vazias, pois a moda agora são os cultos virtuais... onde as pessoas ficam em casa e assistem os cultos via internet!!! Vamos preservar o TRADICIONALISMO CRISTÃO... não vamos deixá-lo morrer!
Robert Cleveland Lambeth

sexta-feira, 1 de janeiro de 2010